Inspirassion

Escolha Palavras Elegantes
Exemplos de frases com  deter

Exemplos de frases com deter

; um para defender a entrada da ponte, o outro para deter a tropa que a quizesse transpôr; estas obras de fortificação, chamadas cabeças de ponte, compunham-se, ás vezes, de muitas torres e formavam um pequeno quadrado defendido de todos os lados.

Sobre as nossas cabeças, Sem que o possão deter, o tempo corre; E para nós o tempo, que se passa, Tambem, Marilia, morre.

Apanhava, folheava, arremessava: para desentulhar um volume, demolia uma torre de doutrinas: saltava por cima dos Problemas, pisava as Religiões: e relanceando uma linha, esgravatando além n'um indice, todos interrogava, de todos se desinteressava, rolando quasi de rastos, nas grossas vagas de tomos que rolavam, sem se poder deter, na ancia de encontrar um Livro!

Os soldados do rei Guilherme pisaram as terras e os brios da França, e ella, a dissoluta, atrophiada por vinte annos de materialismo e de corrupção, consentiu que as tropas do mystico e illuminado representante do absolutismo da espada chegassem aos muros de Paris, sem que os filhos dos heroes de cem batalhas, de um jacto e com um pensamento, se erguessem todos para deter o passo ao exercito allemão!

A quem fortuna em copo favorece, Para se aqui deter não razão,

Vou dar um salto enorme, e sem me deter a falar do D^{or.

Acho-a piegas, detesto aquelles ares sentimentaes, deshonra a Peninsula.

Áquele grito inesperado todo o estado maior se tinha apertado em torno do imperador, e eu que estava nos primeiros bancos da tribuna, vi o marechal Mac-Mahon deter subitamente o cavallo, voltar meio corpo rapidamente, e com a mão apoiada no xairel escarlate bordado a ouro, que cobria a anca do animal, erguer os olhos meio risonhos para o lado da tribuna em que estava o embaixador da Prussia.

Não te queiras mais deter, Busca jogos, e harmonias,

Pelo deter, Que querem ser tributarios, E lhe querem dar dinheiros, Lisongeiros,

Sem se deter Levar sua viagem,

Sem me deter.

Assim, pois, não me deterei aqui a acrescentar ao que ja disse nada mais, àlém de duas palavras a respeito d'êsse traço de Deica a Shoshong, e sôbre tudo da região dos lagos salgados; e isto porque ja vi a asserção de um explorador eminente, de que o Grande Macaricari derivava àguas para a costa de Este pêlo Xua (Shua) e Nata.

É este o unico meio que me resta para impellir-te ao mal; e quem poderia deter teus passos e dirigir-te para o bem?

Americo, porém, n'um momento d'exaltação deitou-lhe as mãos ás tranças dos cabellos para a deter.

Se das grandes paixões sou susceptivel, A molleza detesto, bem o sabes:

Quizera que tivesse antes nascido Vassallo o meu amante, que eu Princeza: Longe de o cobiçar, detesto o Throno:

Passam seis annos, está mumifeita, esquecida, e és tu mesma que m'a vens galvanisar agora n'uma phase de empregomania que eu detesto!

Com a sua figura grácilmente exangue de fim de raça, com a sua voz que ora parecia +ter remorsos de falar+voz de himoptise, a extinguir-se; ora fazia parar na rua, no mosaico dum café, no simulacro de gruta dum +hall+ de exposições, onde certos visitantes vão e veem como peixes mortos boiando á flôr d'agua duma piscina,fazia deter, com timbres angulosos de cristaes a partir-se, anatomias ruminantes de bons-senhores +effarés+;

E pregoava, atroava o valle com o rouco pregão: Deter, deter! que não ha passagem!

E pregoava, atroava o valle com o rouco pregão: Deter, deter! que não ha passagem!

Na sua fuga o Bastardo acautelladamente a desmantelára para deter a cavalgada vingadora.

Detesto vinganças.

Detesto ferocidades.

Se as orações d'um anjo, Rosa, podessem deter a morte

Conseguirá deter O carro do Progresso?.

moldura, um filete destinado a deter a força do reflexo;

E porque para execução do proposito dos mouros era grande impedimento a coiraça que se fazia de que eram bem avisados, por deterem e impedirem a obra com dano e mortes dos officiaes que a lavravam, acordaram de enviar para isso secretamente certos alcaides, com mil e quinhentos de cavallo, e outra muita gente de , para que dessem n'elles e trabalhassem por desfazer a dita obra.

E quiz Deus que na primeira esporada que D. Duarte n'elles deu lhe quebraram as cabeçadas do cavallo, e em lh'as corregerem se deteve e mandou deter a gente sua algum espaço, que deu causa que o encalço da volta que os mouros sobre os christãos fizeram fosse assi curta, que quasi os acharam á sombra dos muros a que com sua segurança se acolheram;

antes mandou guiar a prôa direita de seu navio, porque sem torcer nem se deter seguisse sua viagem, e sobre a noite a tormenta se dobrou tanto, que os navios todos correram grande risco de se perder, e os mais por segurarem suas vidas alijaram com grande perda muita parte de suas fazendas, salvo El-Rei, que não consentiu que do seu navio se alijasse com medo cousa alguma.

Então, como o tigre que rompe a jaula, arremetteu pelo corredor do dormitorio, e de , galgando o muro baixo do pateo, sem se deter a buscar a porta nas trevas, achou-se no campo, e precipitando-se por sebes e vallados, veiu parar sem folego, sem voz, e sem consciencia de si ao do moinho da Raposa.

Se, no meio da instabilidade d'acção governativa e da lassidão que affecta as articulações do organismo politico d'estas duas nações, incidir tambem uma transformação social, será então tarde para deter a formosa peninsula hispanica na beira do abysmo a que essas duas correntes a podem impellir.

Se as orações d'um anjo, Rosa, podessem deter a morte

Faz gosto vel-os assim de marmore em suas linhas, e saber que a nossa espada fará calar em breve os rugidos d'aquellas bôccas de bronze em que Wellesley confia para nos deter!...

Depois que em tanto quadro a vista absorta Acabei de deter, novos objectos, Minha alma toda subito me levão.

«Cumpre ter sempre presente, que a Lusitania é habitada pela mais poderosa das nações hispanicas; e que achando-se subjugadas as outras, é esta a que se atreve ainda a deter as armas romanas.

Demoraram-se mais tempo do que o Cabecilha imaginára, revolvendo por vezes na mente que fortes motivos ou rasões politicas se debatiam na barraca do general romano, para se deterem.

Eu amo a creança de ha cinco annos, e detesto

Pera ſe aqui deter, não ve razão, Que inhabitada a terra lhe parece:

De hũa ſubita luz, & rayo ſancto: E vendo claro quanto lhe releua, Não ſe deter na terra iniqua tanto.

O conuida que parta & tome aſinha, Os Pilotos da terra & mantimento, Não ſe quer mais deter, que ainda tinha

Era, deter ali os deſcubridores Da India, tanto tempo que vieſſem

Tenho attacado o clero, aspiro á excelsa luz, Detesto o ignobil lenho, e sinto por Jesus

Detesto a immanidade, e a vingativa astucia...

Que soubesses deter a incandescente lava, Que todo me queimou, transformando em carvão

Amo virtudes onde estão, E detesto o prepotente.

Detesto os heroes todos.

«Lamentor as recebeu d'êle o melhor que pôde, mais por lhe não dar causa de se deter muito, que por estar para isso.

Constituinte, mandou o Imperador deter e sequestrar a corveta Voador, que conduzira a missão, e recambiar para Portugal os commissarios, depois de igualmente detidos e até sua partida conservados incommunicaveis com o Governo.

Por occasião d'aquella guerra, conseguiu deter o movimento dos rivaes; mas mais tarde viu-se obrigada a ceder o logar perante o impeto, cada vez mais irresistivel, de novas ondas de população que invadiam a India.

Agora, com a vinda dos pais e da irmã, sentia-se bem feliz para nem sequer se deter a pensar nos provaveis motivos que tinham determinado aquella resolução.

Fizeraõ-nos deter a todos, e passada pouca mais de meya hora, que o nosso Atala fallou com elles, passámos de largo, e seguimos o nosso caminho, e depois que delles nos apartámos, veyo correndo a mim hum delles a cavallo, e tocando por todo o meu fato, dizia: Jarap, jarap;

Ella viu sahir o agente do seu antigo odio, que ia emfim ver saciado, sem ter força para o deter.

Não lhe dei a palavra d'honra, mas jurei-lhe por Deus que lhe havia de dar a felicidade, respondeu o brazileiro com voz abafada, sem se deter no seu passeio.

E sem deter o fuso faiscante, Calipso reconhecera logo o Mensageiropois que todos os Imortais sabem, uns dos outros, os nomes, os feitos, e os rostos soberanos, mesmo quando habitam retiros remotos que o Éter e o Mar separam.

As palavras discretas e suaves, Das quaes o movimento Fara deter o vento e as altas aves: Dos olhos o virar Que torna tudo raso, Do qual não sabe o engenho divisar Se foi por artificio, ou feito acaso;

(De deter) *Detenção*, f. Acto ou effeito de deter.

(De deter) *Detenção*, f. Acto ou effeito de deter.

(Lat. detentor) *Deter*, v. t.

Não deixar ir por deante: deter um cavallo.

(De deter) *Detidamente*, adv.

(De deter) *Detonação*, f. Ruído subitâneo, produzido por explosão.

; divertimento. (De entretener) *Entreter*, v. t. Demorar, deter.

Não, antes rico, acudiu o conego, estendendo a mão para deter aquella falsa interpretação da lei divina.

Mas se ao entrar na casa do sineiro o não encontrava, ia logo, sem se deter ao da cama da Tótó, postar-se à janella da cozinha, vigiando a porta massiça da sacristia de que ella conhecia uma por uma as chapas negras de ferro.

Nunca a encontrava na escada sem a deter, com coceguinhas aqui e alli, palmadinhas na face muito prolongadas.

E assim uma burguezia entorpecida esperava deter, com alguns policias, uma evolução social: e uma mocidade, envernizada de litteratura, decidia destruir n'um folhetim uma sociedade de dezoito seculos.

Theresa, desafoga a sua impaciencia, como Petrarcha, em jaculatorias tão mimosas, que a Esposa dos cantares se deteria para lh'as ouvir.

Ahi as esperava Leonidas, um dos dois reis de Esparta, o qual, segundo o plano de defesa combinado, tinha por missão deter os Persas n'essa estreita garganta, que conduzia da Thessalia para a Locrida, cobrindo ao mesmo tempo a Grecia central.

Havia o nosso exercito acabado de transpôr um monte, e o inimigo, que começava então a subi-lo, mal coroou o alto, descobriu o movimento dos nossos, a ordem com que marchavam, e, para nos deter, mandou picar a nossa rectaguarda com algumas cargas ligeiras de cavallaria.

De soberbo e de altivo coração, A quem Fortuna sempre favorece, Para se aqui deter não razão, Que inabitada a terra lhe parece:

E vendo claro quanto lhe releva Não se deter na terra iníqua tanto,

Os pilotos da terra e mantimento, Não se quer mais deter, que ainda tinha

Enquanto se detêm em Inglaterra,

Tiveram longamente na cidade, Sem vender-se, a fazenda os dois feitores Que os infiéis, por manha e falsidade, Fazem que não lha comprem mercadores; Que todo seu propósito e vontade Era deter ali os descobridores Da Índia tanto tempo, que viessem De Meca as naus, que as suas desfizessem.

Porque uns poucos a terra lhe detêm.

E por tanto sem deter, Lea-se publicamente

Não rudeza de logar, precipicios de montanha, altura de palacio, obscuridade de noite, que sejam capazes de as deter!»

Quem póde deter esse vertiginoso vôo do Amor, Phaetonte que parece ir despenhar-se n'um mar de fogo?!

Massena ordenára um movimento sobre Condeixa depois de se deter em Coimbra tres dias que malograram todos os seus planos.

O mestre era guerreiro; e o desbarato Que fez nos miguelistas, não relato, Que eu da guerra civil detesto a tactica.

A verdade é que ninguem o podia deter: nem palavras nem acções o faziam recuar;

Logo a mãe, sem se deter, Huma herva lhe vai buscar Que lhes faz outros nascer.

Se começão de beber Deste veneno excellente Meus olhos, sem se deter, Não se sabem mais mover

Ja não se quer deter o meu cuidado Com a romãa descanso: a brevidade Das maravilhas tee desejado.

Depois, com a adolescência, e com a puberdade, a curva da dinâmica mental subirá sempre e, cada vez, com maior celeridade, para nunca mais se deter, senão na idade madura, em que, havendo atingido o máximo de intensidade, perdurará, até à decadência.

se o minuto é este e não outro minuto, que força me póde deter para que eu não realise o meu destino contra ti e contra todos?

O honrado Elias de Mello o tratante Elias de Mello pôr-se a caminho e não o pode deter.

Examinando bem a questão, meticuloso Anacleto, uma palavra bastou para te deter...

outra coisa peor que está viva, outra coisa monstruosa que avança dentro de nós e direita a nós e que ninguem pode deter.

Vejo-o caminhar e não o posso deter.

Por mais esforços que faça não o posso deter.

O peor é que eu sei que desde que este phantasma se pôz a caminho, não o posso deter.

O peor é o que os teus olhos exprimeme eu não o posso deter...

Luiz Conneau amuou-se, e não houve forças humanas que o podessem deter nas Tulherias.

a moça sorriu, entretanto, e ia continuar o seu caminho, quando elle, colhendo as forças todas, a fez deter com estas palavras: E se eu tivesse achado outra cousa?

o administrador, que não tem tido força para deter a saida dos libertos até hoje, não a terá até então.

a casa bastava para deter e chamar toda a gente; mas havia mais,a mobilia, que elle mandara vir da Hungria e da Hollanda, segundo contava, e que se podia ver do lado de fóra, porque as janellas viviam abertas,e o jardim, que era uma obra-prima de arte e de gosto.

do Oriente têm uma deploravel fama de duplicidade e falsidade; e a França sem se deter em mais explicações com o infeliz Sião, bloqueou-lhe as costas, e fez marchar sobre as provincias do interior as suas tropas coloniaes da Cochinchina.

Mas elle eternisou-lhe a singular belleza E eu turbo-me ao deter seus olhos côr das ondas.