Inspirassion

Escolha Palavras Elegantes
Exemplos de frases com  gordo

Exemplos de frases com gordo

É a camara ou a ante-camara dos aprendizes a deputados e a ministros; é o vitello mamão de que a representação nacional é o boi gordo.

Além d'isso, um gordo descommunal, um gordo inverosimil!

Além d'isso, um gordo descommunal, um gordo inverosimil!

um gordo que vae alarmar a Europa, e que vossa alteza, em justa satisfação da curiosidade dos povos, se ha de ver forçado a exhibir á avidez do publico na feira de Saint-Cloud ou na feira au pain

Sentía-me gordo, sentia-me obeso; tinha na bocca um sabor d'oiro, uma seccura de d'oiro na pelle das mãos: as paredes das casas pareciam-me faiscar como longas laminas d'oiro:

O gordo Meriskoff, doutor allemão pela Universidade de Bonn, chanceller da legação, homem de poesia e de commentario, observou com respeito: Generala, o dôce paiz de Mignon é a Italia:

Ao dirigir-se para , viu que lhe vinha ao encontro um homem gordo, baixo e córado, que de longe lhe estava fazendo cortezias.

De um lado do leito, sentava-se Carlos Whitestone, partilhando a attencão entre as prelecções de Manoel Quentino e as festas ao gordo gato maltez, que se lhe viera roçar pelas mãosprova de confiança, que nunca dera a José Fortunato, apesar de mais longa convivencia.

Quarta-feira anterior a domingo gordo.

Caso é que a Maria Fortunata, amanhecendo para domingo gordo, desentupiu e teve um filho.

Ao lado da cama, um sujeito risonho e gordo fazia-me cocegas nos pés com ternura e chamava-me bréjeirote.

E evidentemente o digno homem revendia as minhas preciosidades com gordo proventoporque bem depressa, sobre o seu collete de velludo preto, rebrilhou uma corrente d'ouro.

O Purser era tão gordo que fazia lembrar um grupo de homens robustos mettidos e apertados n'uma farda de marinha mercante.

Está gordo, hombre, está mais gordo!

Está gordo, hombre, está mais gordo!

Hoje estás gordo, sensural, devasso, E andas, torpe a rir, como um palhaço, N'um circulo lusente de punhaes.

O que vale é que el-rei, um gordo hereditário, Pesa de mais para profeta ou visionário.

Ha paladar que supporte hoje a classica posada do Cervantes com o seu mesonero gordo e grave, as pulhas dos seus arrieiros, e o mantear de algum pobre lorpa de algum Sancho!

Ha paladar que supporte hoje a classica posada do Cervantes com o seu mesonero gordo e grave, as pulhas dos seus arrieiros, e o mantear de algum pobre lorpa de algum Sancho!

O Lopes de Vasconcellos, um gordo, governador civil, ouvindo os poemas bacchicos, dava na barriga palmadas sonoras, intelligentes, rindo muito, eque a poesia era aquillo, uma coisa com pilheria, porque versos de choradeira não os podia tragar,affirmava, alludindo ao episodio da Ignez de Castro, do Camões, recitado por João

Lord Beaconsfield, esse mestre do bom gosto, deu-nos o exemplo quando, tendo mencionado n'um dos seus livros o ortolan, esse outro delicioso passaro, acrescentouque o peitinho gordo do ortolan é mais delicioso que o seio da mulher, o seu aroma mais perturbador que os lilazes, e o sabor da sua febra melhor que o sabor da verdade.

Ao chegarmos á porta, appareceu-me Um personagem que d'ali saía, Baixo, gordo, roliço, impertigado, Sorriso de barão, cara opulenta, E ar de um homem contente de si proprio.

A um canto, sobre o duro banco de madeira, dormitava um homem gordo, de lunetas, mãos nos bolsos e chapéu derrubado para os olhos; ao lado uma mulher esbelta e franzina, um olhar brilhante sob o véo que lhe cobria o rosto.

mas não se recorda que elle é gordo e vermelho!

As molheres conſigo & o manſo gado Que apacentauão, gordo & bem criado.

Come-lhe bem, e está gordo como um tanho...

Bem sei que está gordo;

mas meu irmão está gordo e fero como sempre o conheci.

Mas o coração não lhe pedia essas cousas, e muito menos a carruagem, cujo balanço (dizia elle) não podia dar grande saude aos bofes d'um homem gordo.

Mas, travada com ellas, uma usança ha ali, que ali ha, e que eu aponto, não porque me ajuda no retrato d'aquella gente optima, se não porque dará luz para se entender o poema que a diante vai, com o titulo de Domingo gordo dos montanhezes.

o Frade gordo que recebe o saque.

No meio anda um pretinho muito gordo, que é o proprio diabo em carne e osso.

restrugem o ecco apenas avistaram rindo á janella o velho gordo e alegre.

O DOMINGO GORDO DOS MONTANHEZES OU

Domingo gordo dos montanhezes 55

Em resumo, D. Francisco de Mello, quando voltou a Paris, não conhecia o filho, de gordo, de folgazão, de peraltice, e até d'uns vislumbres de poeta pelo ar provençal com que fallava das graças das francezas, e particularmente de mademoiselle Vasconcellos.

Involuntariamente, com um pensamento malicioso, comparou a distincção d'aquella rapariga com a physionomia vulgar do banqueiro, gordo e de testa pequena, beiço superior rapado, maçãs de rosto proemientes, com uns pequenos olhos vivos onde apparecia um lampejo de penetração, aguçada pela faina constante do manejo de capitaes.

pois acham-me gordo?!

Gordo, não digo, mas assim, assim...

É um homem gordo e vermelho, de pulso grosso e, em geral, typo da grossura do pulso.

O confessionario d'onde ella se afastára, abriu-se, emfim, e ás vistas, que para alli se voltaram, mostrou um padre gordo, córado, de olhos e fronte pequenos, cabellos grisalhos, rompendo-lhe a um dedo das sobrancelhas.

O gordo burguez, vendo o antagonista voltar-lhe as costas, desafogou contra elle, com o seu amigo, a cholera, que o ameaçava com uma apoplexia; e em seguida desafogou tambem a respeito do causador, o estouvado sobrinho, que desapparecera.

Raul ficou curado: estava gordo e forte.

Adalberto não viu mais a sua estrella, nem o céo azul, nem as suas bellas esperanças, mas unicamente o gordo rato preto, que vinha ás escuras como um traidor, e sem que o prisioneiro podesse defender-se visto que não ousava mexer-se, não sabendo de que estava rodeado.

apenas a tia Tourtebonne perdeu o rasto de Adalberto, voltou-se para o dizer a alguem, e não viu senão o gordo Baptista, personagem pesado, enfadonho e improprio para a conversação.

D'este modo o gordo Baptista tinha resposta para tudo, e o freguez, cansando primeiro do que elle, comprava arenques e queijo, que, devemos dizel-o, tinham todas as qualidades requeridas, visto que o que se quer é que cheirem bastante.

Era um moço gordo e redondo, com côres de maçã camoesa, que trazia sob o braço um volume de versos.

O lume alastra, lentamente lambe a carne pelo lado mais gordo, até que um cheiro, desconhecido e saboroso, afaga e alarga as rudes narinas de nossa Mãe venerável.

Ao bom calor, sôbre folhelho, dorme Abel, muito gordo, todo , com um pêlo mais ralo na carninha mais branca.

E, como se o amasse mais por aquela humildade ditosa, cobria o seu corpinho gordo de beijos pesados e devoradoresdos beijos que ela fazia ligeiros sôbre as mãos do seu príncipe.

e que tam inteiramente se alheava dela que uma manhã, estando rente da arcada, e sentindo bem ranger e abrir a porta por onde a senhora ia aparecer, permanecera de costas voltadas, sem se mover, rindo com um cavaleiro gordo que lhe lia um pergaminho.

Homem gordo e inútil.

Indivíduo muito gordo.

Homem gordo e baixo.

Homem gordo e forte.

Homem gordo e forte.

Princípio gordo dos óleos dos mamíferos marinhos.

O mesmo que gordura. (De gordo) *Gordanchudo*, adj.

Que é muito gordo.

de gordo) * *Gordiano*, adj.

*Gordo*, (gôr) adj.

Cujo tecido adiposo está muito desenvolvido: homem gordo.

* Homem gordo.

Dia de gordo, dia em que a Igreja não prescreve abstinência de carne.

Um tanto gordo.

Qualidade de quem ou daquillo que é gordo.

Indivíduo baixo e gordo.

Indivíduo desajeitado, baixo e gordo.

Homem muito gordo.

Gordo e baixo, atarracado.

Gordo e baixo, atarracado.

«...gato... gordo e nédio, grande e tèrciopeludo».

* Terra franca, terreno argilioso, amarelado e gordo; terra barrenta.

D. Affonso Henriques, o Conquistador, D. Sancho I, o Povoador, D. Affonso II, o Gordo...

Um homem gordo entrou devagar, com as mãos nas algibeiras do collete, assobiando por entre dentes.

O homem gordo encolheu os hombros.

appareciam umas arvores seculares, o baixo cantando uma canção monotona, e logo depois o tenor, um typo gordo, umas notas desafinadas que a plateia recebeu com murmurios de censura.

Era um gôso pequeno, extremamente gordo,que tinha vagas semelhanças com o parocho.

Um gordo, que parece hydropico?

A sala com effeito era toda ella uma immensa armazenagem de santaria e de bric-à-brac devoto: sobre as duas commodas de pau preto com fechaduras de cobre apinhavam-se, sob redomas, em peanhas, as Nossas Senhoras vestidas de sêda azul, os Meninos Jesus frizados com o ventresinho gordo e a mão abençoadora, os Santo Antonios no seu burel, os S. Sebastiões bem fréchados, os S. Josés barbudos.

exclamava um sujeito gordo.

* * * * * PHYSIOLOGIA DO THEATRO DE S. JOÃO (NO DOMINGO GORDO

Gordo Kínnati.

O gordo amor de brazileiros mortos!

Um, está gordo.

Um, homem gordo, de physionomia benevola, fallando com ar sentencioso a quem por civilidade fingia dar-lhe ouvidos, ia sempre tomar o seu café ao mesmo botequim havia muitos annos, suppondo ser o unico que não envenenava os freguezes.

O moço rei decidira formalmente revogar as doações do antecessor, reivindicar para a corôa o que os fidalgos tinham pilhado ao pobre, gordo, Affonso V.

Ferreira:Tudo isto obedece a um plano para estabelecer o protectorado inglez, com o rei gordo e replecto, e a dotação augmentada em cento e sessenta contos, pagos em oiro.

Era gordo, de olhos muito negros, com uma adoravel bochecha fresca e côr de rosa.

Mas o pequerrucho era adoravel, muito gordo, parecendo mais roliço por aquelle dia de janeiro sob os agasalhos de azul,

Em cima, no gabinete que o creado lhes indicou, Ega esperava, sentado no divan de marroquim, e conversando com um rapaz baixote, gordo, frisado como um noivo de provincia, de camelia ao peito e plastron azul celeste.

Desde que Carlos habitava Lisboa, tivera alli, n'aquelle moço gordo e bochechudo, sem o saber, uma adoração muda e profunda;

depois um dog-cart, governado por um homem gordo, de lunetas pretas, quasi foi esbarrar contra o Arco.

E o cavalleiro, tirando as luvas, ia abrir a portinhola, esmurrar o homemquando, trotando na sua grande horsa, um municipal de punho alçado correu, gritou, injuriou o cavalleiro gordo, fez rodar para óra a caleche.

aquelle arzinho gordo de tranquillo triumpho irritou Carlos.

Ega ajudava, pedindo um abraço filial para Affonso, e recados para o gordo Sequeira.

Quem, o gordo, o das corridas?

Estava mais gordo o Villaçae tudo na sua pessoa, desde o chapéo novo até ao castão de prata da bengala, revelava a sua importancia como administrador, quasi directo senhor durante o longo desterro de Carlos, d'aquella vasta casa dos Maias.

Era gordo e pesado, tinha a respiração curta e os olhos dorminhocos.

«Natividade e um padre Guedes que estava, gordo e maduro, eram as unicas